terça-feira, 21 de setembro de 2010

Brazilian Day

Brazilian Day - Toronto
Fala meu Povo!!!
Aproveitando o embalo do post anterior, vamos a minha primeira experiência "regguística" (reggae, rock, festa, balada ou como você prefere chamar na sua região) em solo canadense: o BRAZILIAN DAY!!!

Após três dias de relativa exclusão social no Cottage e intenso contato com a natureza em sua forma mais bruta (lembram do bucólico banheirinho externo?), partimos em direção a "capitá" da província de Ontario em busca de formas mais avançadas de civilização. Acaso ou destino, demos de cara com o Brazilian Day em Toronto (faz de conta que nada foi planejado, hehe).

Indiferentes ao esforço do GPS em nos levar pra qualquer outro lugar que não fosse o destino solicitado, finalmente chegamos na esquina da Dundas com a Younge, onde um palco relativamente modesto aguardava as principais atrações do dia, entre elas, Ivete Sangalo. Antes da festinha começar, um rápido passeio pelo local pra matar a vontade do meu irmão de comer uma coxinha ou um pastel nas barraquinhas (legalizadas) dos brasileiros lá. Entre pasteis de $4.00 dólares e latinhas de guaraná de $5.00 paramos um pouquinho pra posar pra fotos com a galera (o assédio tricolor foi grande.. me surpreendeu).


Começa a festa, parte patrocinada pela Rede Globo (e tome propaganda da Globo internacional com seu carro chefe "India: a love story" ou Caminho das índias pros mais chegados) e aos poucos mais e mais gente vai se acumulando no centro de Toronto a fim de conhecer a "Madonna brasileira", como diziam alguns. A maioria, contudo, brasileiros de todos os cantos, ansiosos por qualquer contato com a terrinha, carregando suas bandeiras e buscando matar a saudade de uma vida que muitos deixaram pra trás. Nessas horas fico pesando, seria possível conciliar o melhor de cada lugar (segurança, respeito e desenvolvimento do lado canadense e calor, relacionamento e alegria do lado brasileiro) ou será essa uma viagem utópica de minha cabeça?

À primeira vista até que poderíamos estar em uma cidade brasileira, porém com um pouquinho mais de observação é possível notar as diferenças. Bebida alcoólica na rua, nem pensar. Talvez em um "pub" fechado ou na área VIP montada (a um custo de $135.00 para poder ficar lá). Mas para todos os outros mortais, aguinha da bica ou qualquer outra bebida dos MC's, Tim Hortons e afins. Churrasquinho de gato, queijinho, acarajé (tá bom, apelei), no way. No máximo na área restrita às poucas barraquinhas credenciadas e ainda assim com um cardápio bastante reduzido. Música mesmo, só quando o show começou, mas ainda assim num volume tão "educado" quanto os próprios canadenses. Mas foi nesse som mesmo que pulamos e cantamos ao som de axés das antigas (como o "tic bom" do falecido Bom Balanço), sambas cariocas entre outros hits de carnavais da época em que lança perfume e serpentina vinham no mesmo kit.


Enfim, o show de Ivete deu uma levantada na galera e realmente fez neguinho pular. Apesar da garganta inflamada e doendo muito (culpa da "experiência ", já que em nome dela eu pulei dois dias naquele lago gelado) me diverti como nos bons tempos de Rotaract, quando a gente pagava os maiores micos, mas curtia muito. Engraçado mesmo foi ver os gringos sem entenderem nada, vendo aquele povo pulando e dançando de forma estranha e mostrando o que realmente é animação. Brasileiros quando se encontram lá fora (quer dizer, aqui fora.. ah, vocês entenderam) parecem melhores amigos que não se vêm a tempos. Batem altos papos, brincam numa intimidade tão peculiar que no fundo todo mundo vira baiano, rs. E por falar em baiano, a nação tricolor fez bonito por lá. No mar verde e amarelo, qualquer sujeito tricolor não parava despercebido e ainda virada ponto de referência. Seria um exagero dizer que me senti na Fonte, mas não faltou oportunidade pra abrir a boca e gritar "BBMP"!!!

Multidão na Dundas Square
Ivete e sua banda
Bora Bahêa "Rumo a Dubai"
Eu, Marcele e Danilo
Galerinha de London e Toronto

9 comentários:

Renatinha disse...

Oii David! =)
Bom demais acompanhar suas aventuras por ai, viu?
Vc falando da Ivete me fez lembrar o show que fomos dela e do Cidade Negra lá em Salvador! Perfeito né?
Aproveite muito por ai... estude bastante!
Muito bom ver fotos suas e de Danilo... saudades de vcs!! =)

Beijão!
Renatinha

Mateus disse...

Mais você se acha demais...acha mesmo que a bandeira do BAEAH serviu p alguma coisa??? rs Garanto que como um ponto de referencia sim, mas tudo pelo fato de serem BAIANOS, ISSO SIM FAZ UM SUCESSO!!!!! hehehe Você não tinha pensado nisso ainda neh?! Já sabia!!!
Eh verdade...não rola de beber na rua, tinha esquecido desse detalhe já!!rsrs Que pena...mas tenho certeza que foi ótimo!!!
Abraço...e não deixe de mandar notícias!!!

Leonardo Rezende disse...

BBMP! Acho que vc que era o pé de geladeira viu, man? Depois que vc foi pro Canadá o bahea começou a melhorar! hehehehe
Vamos rumo à série A!

David disse...

Renatinha, lembro bem daquele show =P Foi massa mesmo. Tempão né?

Mateus meu querido, chora não. Daquia pouvo o tricolor tá de volta pra dar umas surras no Vice ;) Mas diz aí, rolou Ivete em Aspen também? hehe.

Leozãooooo... sou pé frio não, man. Mas o time também não colabora né.. deixa eu ficar queto aqui pra Mateus (que nem entende de futebol) não ficar falando!! :#

Bel disse...

Davi, antes tarde do que nunca para comentar no seu espaço, hein!?

De qq forma, adorei a ideia do Baea ai em solos canadenses...como anda a facul??

Soube que o Brazillian day no canada terminou cedo e nao foi tao animado assim, mas nada como estar fora de casa para comemorarmos a terrinha em alto estilo ne?
Aproveita!!

Mateus disse...

Saudações Rubro negras!!! hahaha Lider da serie B!!! rs
Não teve Ivete não, mas teve Tiesto, serve?? =X rs
;P

Lenira Abreu disse...

Oi David!
Qnt tempo!
To acompnhando seu blog! Ta muito legal!
Tb to indo pro Canada passar um mês ai estudando ingles! :)
Vou dia 26/10 e volto dia 26/11!Vou ficar em toronto na casa do meu cunhado da esposa dele!
Se der vamos marcar alguma coisa por ai!!!
Bjos!!

Luane disse...

E o Bahia ganhou hj de 3 x 0, viu. rssss

Marcelle disse...

O seu blog está muito bacana. Adorei! Bom te reencontrar em Toronto! Um beijo.